You are here: Home Films

Diálogos

Nos Anos 40, na sequência da guerra civil espanhola, muitos dos republicanos derrotados pelas forças nacionalistas de Franco, encontraram refúgio nas montanhas fronteiriças do norte de Portugal.

 

Uns viam-nos como bandidos, outros acolhiam-nos e ajudavam-nos às escondidas das forças policiais de Salazar.

 

Eram...

 

 

OS SALTEADORES

 

Eng. Velho -         "Foi por esta altura que, há anos, vinha eu com o Silva, quando um par de lobos surgiu diante de nós..."

Ainda tentei levar uma prenda à minha mulher.

No meio dos protestos do chefe, disparei dois tiros,... mas eles sumiram.

Ainda fui ver se os tinha ferido,

se havia rastos de sangue...

Mas não... não havia."

 

"Naquele tempo, e não foi há muitos anos, era perigoso atravessar estas serras desertas. Agora é outra coisa,

Já não se arrisca o couro como eu arrisquei.

depois que deram caça aos salteadores que havia por aqui...

O Tenente Morais de Vila Real, um companheirão."

"...Você não conhece o Tenente Morais da guarda?..."

 

Chauffeur-            "Conheço sim, senhor Engenheiro"

 

 

 

 

 

Eng.  Velho -        "O Morais comandava o destacamento da guarda.

e fazia batidas pelas serranias do Norte à caça dos contrabandistas, mas o pior eram os salteadores"

 

 

Eng.Novo-            "Não eram bem salteadores!"

 

 

Eng.  Velho -        "Era gente perigosa... Viviam a monte,

desciam às aldeias armados,

levavam tudo o que era comida... as galinhas...

os porcos... e até violavam as moças..."

 

 

Chauffeur-            Diziam-se essas coisas por aí, mas... eles não faziam mal a ninguém... só queriam comida...

 

 

Eng.  Velho -        Só queriam comida ... O Tenente Morais contou-me e até veio nos jornais, que para acabarem de vez com eles foi preciso vir a tropa do Porto e de outros lados

 

 

Eng.  Novo -         "Que esperava você que viesse nos jornais?" Que eram foragidos da guerra..."

que tinham a cabeça a prémio..."

cá e lá, sem terem para onde fugir?"

Você imagina lá o que foi a vida deles, durante anos..."

 

 

Eng.  Velho -         "Admito que era gente desesperada,

decidida a defender a pele...

de resto não faziam mais do que continuar cá o modo de vida que tinham lá.

Quando uma guerra acaba há sempre tipos que não se acomodam à paz,

que não se integram de maneira nenhuma."

 

 

Eng.  Novo -         "Como haviam de integrar-se ... "

 

 

 

 

 

Você sabe que os espanhóis do Franco, quando as nossas autoridades entregavam algum foragido, mandavam depois convite para o fuzilamento?"

 

 

Eng.  Velho -           " ... Oh ... isso era propaganda comunista!"

 

"Foi um cerco em forma... resistiram até ao fim

e enquanto os sobreviventes estavam a ser encaminhados para Vila Real,

o chefe deles perguntou porque não os fuzilavam logo ali...

Imaginem.

O homem julgava que no nosso país se fuzila!

Até trataram deles..."

Estiveram dois dias em Vila Real, guardados à vista, que era gente perigosa, capaz de tudo.

Depois vieram buscá-los

e o Morais não soube mais deles."

"Que é isto?  Você quer deitar a gente por essas ribanceiras?"

 

 

Chauffeur-               "Não, senhor Engenheiro,

é que se o Tenente Morais não soube mais deles,

eu soube.  E não vieram buscá-los de Espanha... porque fui eu quem os levou."

 

 

Eng.  Velho -           "Você?

 

 

Eng.  Novo              "Você?  Foi você quem os levou?"

 

 

Chauffeur-               "Fui sim, senhor Engenheiro, fui eu."

 

É que nesse tempo eu guiava uma camioneta de aluguer...

Uma noite o tal inspector veio bater -me à porta...'§

 

 

Inspector -              "Venha daí, que temos um servicinho para fazer!

 

Siga pela estrada de Chaves."

 

 

 

 

 

Chaufer                   Sim senhor inspector...

 

 

Inspector-               "Que vem a ser isto'?

Pare aí!

 

Mas o que é isto?

Silêncio!"

 

 

Chauffeur -              "A discussão era porque um dos homens dizia que queria mijar e não podia, com as mãos amarradas atrás das costas."

 

Ficámos um tempo infinito parados no meio da estrada."

 

 

Pide I-                     "Façam pelas pernas abaixo!..."

 

 

Pide II -                   "Mas senhor Inspector, porque é que não desamarramos um de cada vez,

para assim poderem mijar?"

 

 

Inspector -              "Você está louco homem?  Quer que eles fujam?

E armar um tiroteio aqui no meio da estrada,

tão perto de Chaves?..."

Não desamarro coisíssima nenhuma""'

 

"Ora vamos lá a estar caladinhos!  Sim?"

 

"E você ponha esses homens a mijar!"

 

 

Todos no carro       "Ah!  Ah!  Ah!

Ah! Ah!  Ah!”

Eh! Eh!  Eh!"

Oh! Oh!  Oh!ll

 

 

Eng.  Velho -        "E o polícia pôs?

 

Ah! Ah!  Ah!

 

 

 

Pide 11 -              "Quem?  Eu???..."

 

 

 

Ah! Ah!  Ah!

 

 

Inspector-             "Se calhar nunca pegaste nisso a ninguém?!"

 

Ah! Ah!  Ah!

 

Inspector-             "Então? ... Silêncio!

"Lá na cadeia, quando torces essas partes aos presos, para os obrigares a falar, não pegas nelas?"

E vocês?  Também nunca fizeram esse trabalho.

 

 

Eng.  Velho-           "Eles fazem isso?"

 

 

Eng.  Novo-           "Então não fazem?"

 

 

Eng.  Velho -          "Não é possível..."

 

"Em que estado isto está, Santo Deus! Um homem chega derreado, com as costelas fora da ordem!"

 

"Mas afinal os homens mijaram ou não?"

 

 

Salteador               "A mi no!"

 

 

Chefe Salteador     "Dejalo, ban a decir que te has meado de miedo"

 

 

Eng.  Velho            "Um tipo teso como me contou o Morais"

 

 

Eng. Novo              "E depois?"

 

 

 

Chauffer                  "Depois...

Depois passámos por Vila Verde da Raia sem parar

 

 

 

e chegámos à fronteira"

 

 

Inspector-               "Aqui estão os homens.  Ficam à sua responsabilidade"

 

Dê a volta para regressarmos

 

 

Guardia Civil           "Apuntar..."

Fuego!"

 

 

Chauffeur-               "Quando voltei a mim estava sentado na camioneta sem ser capaz de pensar em nada."

 

"Fui eu quem os trouxe...”

Fui eu quem os trouxe...

Fui eu quem os trouxe...

Fui eu quem os trouxe...

Fui eu quem os trouxe...

Fui eu quem os trouxe..."

 

Inspector -              "Ficas a saber que não viste nada!"

 

Vê lá se queres que te ponham a mijar."

 

Chauffeur -              "Fui eu quem os trouxe...

Fui eu quem os trouxe..."

 

"Estive doente muitos dias...

e logo que estava capaz de me levantar,

vendi ao desbarato a camioneta"

"Passados uns dias, o homem a quem a vendi,

um comerciante de Vila Pouca, veio procurar-me..."

 

 

Comerciante -          "Encontrei isto entalado no assento da camioneta, deve ser seu, com certeza"

 

 

 

Chauffer -               "Era um ofício com a lista dos nomes dos espanhóis, os endereços que eles tinham dado, várias coisas que eles tinham declarado para se identificarem."

 

 

 

 

Eng.  Novo -           "E que fez você desses papéis?"

 

 

Chauffeur -              "Queimei tudo!.."

 

 


Powered by Plone, the Open Source Content Management System

This site conforms to the following standards:

Personal tools